Guaracy de Castro

Amigo de infância de Martinho da Vila, Guaracy de Castro começou a tocar violão na Boca do Mato, subúrbio do Rio, chegando à Portela pelas mãos de Osmar do Cavaco, pai de Serginho Procópio, e passando a compor com Candeia e outros sambistas. Entrou na Velha Guarda há seis anos no lugar de Jorge. Nasceu em 5 de março de 1939 e tem várias músicas gravadas.

Nascido na comunidade da Boca do Mato, na Zona Norte, logo cedo aprendeu a tocar instrumentos de corda. Iniciou a carreira em programas de rádio e participou de diversos conjuntos regionais. Começou tocando banjo, passou sucessivamente ao cavaquinho, ao violão de 6 cordas e por fim ao violão de 7 cordas, por sugestão de Jacob do Bandolim, como detalha o livro “A Velha Guarda da Portela”, de João Baptista M. Vargens e Carlos Monte.

Muito amigo de Candeia e Martinho da Viola (companheiro desde a época da Boca do Mato), acompanhou nomes como Elza Soares, Bezerra da Silva e Dona Ivone Lara, entre outros. Entrou para a Velha Guarda Show em 1994, em substituição a Jorge do Violão, a convite de Osmar do Cavaco. Chegou, ainda, a ter canções de sua autoria gravadas por Elza Soares e Núbia Lafayette.

O presidente de honra da Portela e líder da Velha Guarda, Monarco lamentou a morte do músico.

“Perdemos um grande amigo da Portela e da Velha Guarda. Ele tinha uma disciplina impressionante. Acho que o Guará, como a gente chamava ele, era o retrato perfeito do Paulo da Portela, pois seguia todos os ensinamentos de um bom sambista. Nunca levantou a voz para ninguém. Estamos muito sentidos, porque perdemos um grande aliado do samba e da Portela. Guará era muito querido no meio musical. Meu filho Mauro (Diniz) adorava ele, assim com o Zeca (Pagodinho), que costumava chamar o Guará para tomar um ‘tira-mágoa’, que era geralmente uma cerveja. Lembro que quando ele entrou para a Velha Guarda foi por unanimidade.”

Morreu no dia 27 de Julho de 2017, aos 78 anos, Guaracy de Castro, o Guaracy 7 Cordas, músico da Velha Guarda da Portela e membro do Conselho Deliberativo da escola. O sambista, que estava internado há duas semanas no Hospital Quinta D’Or, em São Cristovão, lutava contra um câncer.






Artigo anteriorTeresa Cristina
Próximo artigoGrupo Semente
Fabio Silvahttp://#
Paulistano, Corintiano, casado, pai de dois filhos e um apaixonado pela cultura do Samba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Discover

Publicidade

Últimas Publicaçoes

Henrique Cazes

Henrique Cazes (Henrique Leal Cazes, Rio de Janeiro, 02/02/1959). Nascido em uma família de músicos amadores do subúrbio carioca do Méier, começou a tocar violão com...

Mauro Diniz

Mauro Diniz (Rio de Janeiro, 1952) é um arranjador, compositor, músico, cantor e compositor brasileiro, cujo estilo incorpora o samba e pagode. Filho do compositor...

Jayme Vignoli

Cavaquinista, arranjador, compositor e produtor musical nascido no Rio de Janeiro em 13 de março de 1967, Jayme Vignoli começou a tocar cavaquinho aos treze anos....

Wanderson Martins

Wanderson Jorge de Paula Martins (Rio de Janeiro, 12 de fevereiro de 1962), mais conhecido como Wanderson Martins, é um instrumentista, produtor musical e...

Dino 7 Cordas

Horondino José da Silva, conhecido como Dino 7 Cordas, (Rio de Janeiro, 5 de maio de 1918 — Rio de Janeiro, 27 de maio...