Jongueiro Cumba

O sino badalou no campanário
O hino da Senhora do Rosário
O povo todo bonito
Dança pra São Benedito
Lá de Luanda o luar
Vem pra nos alumiar

Anguara pra correr
De boca em boca
Não para que essa goela fica rouca
Canta, meu povo do Congo
Afoga essa mágoa no jongo
Não deixe angoma calar

Ah, eu sou jongueiro cumba
Sou jongueiro cumbambá
Põe a tumba na cacunda
Ninguém vai me perrengar

Ô, Dora, tira a saia do balaio
Vambora festejar treze de maio
Vem que o buião tá fervendo
Depois só no mês de novembro
Mês de Zumbi saravar
E de parar pra pensar
O dia é tanto treze quanto vinte
Avia que o negócio é o seguinte
Um é feriado novo
O outro é de todo esse povo
Vamos os dois festejar

Fabio Silvahttp://#
Paulistano, Corintiano, casado, pai de dois filhos e um apaixonado pela cultura do Samba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Discover

Publicidade

Últimas Publicaçoes

Primeiro carnaval oficial de São Paulo foi em 1968

Avenida São João foi o palco do desfile; vencedora foi a escola Nenê de Vila Matilde O primeiro desfile oficial de escolas de samba de...

Eliana Pittman

Eliana Leite da Silva, mais conhecida como Eliana Pittman (Rio de Janeiro, 14 de agosto de 1945), é uma cantora e atriz brasileira. Biografia Eliana Pittman...

O mundo encantado de Monteiro Lobato

O mundo encantado de Monteiro Lobato foi o enredo apresentado pela Estação Primeira de Mangueira no desfile das escolas de samba do Rio de...

Fernando Penteado

Fernando Penteado é realmente um sambista nato, neto de Frederico Penteado (Fredericão) e filho de João Penteado, ambos fundadores do Cordão Carnavalesco Vai-Vai, podendo...

Roberto Silva

Roberto Napoleão Silva (Rio de Janeiro, 9 de abril de 1920 - Rio de Janeiro, 9 de setembro de 2012), mais conhecido como "O...