Leão de Nova Iguaçu

Grêmio Recreativo Escola de Samba Leão de Nova Iguaçu é uma escola de samba de Nova Iguaçu, que participa do carnaval da cidade do Rio de Janeiro desde 1986, quando resolveu transformar-se em escola de samba.

Já esteve sediada no Centro do município e atualmente está no bairro de Santa Eugênia.

História

Carro alegórico da escola em 2009.

 Na década de 60, um time de futebol do bairro de Santa Eugênia, Os Intocáveis, decide sair dos campos e invadir o carnaval. O grupo de amigos, então, cria o “bloco dos índios” levando com a tribo animais como cobras, lagartos, índios bem caracterizados sem deixar de fazer samba. Após alguns anos, o bloco cresceu e veio a vontade de desfilar pela cidade do Rio de Janeiro. Foi então que o grupo de amigos cria o Grêmio Recreativo União de Nova Iguaçu. Mas que por um erro de registro foi percebido como Leão ao invés de união. Decidiram manter tal nome tornando oficialmente em 1968, o título de Leão de Nova Iguaçu, tornando-se Escola de Samba em 1986.

Na sua primeira apresentação conseguiu um terceiro lugar no Grupo 4 e no ano seguinte tirou o primeiro lugar, com o enredo O Coração de Ganga-Zumba, subindo para o Grupo 3.

Com o auxílio do presidente Paulo dos Santos Oliveira, a Leão de Nova Iguaçu consegue chegar ao Grupo Especial em 1992, com o enredo O Leão na Selva de Ilusões, em uma bela homenagem a Janete Clair. Mas, apesar do bom desfile, a escola foi rebaixada.

O intérprete Nêgo, na concentração da escola em 2016.

Após o desfile de 1992, o então presidente saiu e a escola passou por momentos difíceis em sua travessia no carnaval.

A partir de 1999, com a entrada do presidente Jorge Marrote Correa, a escola consegue superar seus momentos difíceis e tira o primeiro lugar do Grupo C.

Em 2000, o primeiro lugar do Grupo B, subindo para o Grupo A, quando possuía maiores chances de voltar ao Grupo Especial. Depois com a entrada do presidente Célio Gouvêia, a escola sofre três rebaixamentos consecutivos, chegando a desfilar no Grupo de acesso D, atual (Grupo Rio de Janeiro 3).

Quadra da escola em 2013.

Em 2009, a escola iguaçuana homenageou a sua própria trajetória com o enredo Da pré-história ao carnaval, o Leão conta a sua história, que foi desenvolvido pelos carnavalescos Marco Aranha e Marcyo de Oliveira. Contudo, a agremiação ficou na 12ª colocação com 154,3 pontos, sendo uma das quatro rebaixadas para o Grupo Rio de Janeiro 4, antigo Grupo E, em 2010.

Na eleição de 2009 levou Overdan Rodrigues da Silva (Bira) ao cargo de presidente da escola, sucessendo Emerson Mattos que assuniu interinamente após a renúncia de Chiquinho de Furnas. depois do descesso no carnaval de 2009, a escola optou por homenagear Neguinho da Beija-Flor, com o enredo De Neguinho da Vala, a Neguinho da Beija-Flor. Um príncipe negro na corte do leão. para isso trouxe o novatos Léo Mídia para ser o carnavalesco e Jones Dias para interprete oficial, montou uma comissão de harmonia e carnaval e permaneceu com Mestre Bolinha como diretor de bateria, tendo a frente Luciane Soares. no desfile foi a primeira a se apresentar na estrada Intendente Magalhães e sagrou-se campeã do Grupo Rio de Janeiro 4, ascendendo portanto ao Grupo Rio de Janeiro 3 (antigo Grupo D).

Comissão de frente da escola, no carnaval de 2013.

Em 2011 continuou com Léo Mídia, junto com Amauri Santos como carnavalesco e falou sobre os sentidos de se emocionar, terminou na 6º colocação. Em 2012, falou sobre a história de seu município, embora há que todas as escolas do município falem sobre enredos afros. Mas desceu para o E. Entretanto com a mudança de nomeclatura, pela AESCRJ. faz com que continue a desfila pelo grupo D, onde em 2013, terá como enredo o ex-mestre de bateria e filho do saudoso Mestre André (Andrezinho), que será desenvolvido pelo carnavalesco Robson Goulart [3]. a pedido do homenageado, tendo um samba-enredo encomendado por Arlindo Cruz, Arlindo Neto e Babi, que estará como porta-bandeira da escola, ao lado da Toninho. além de que Arlindo Neto se junta a Taroba, no comando do carro de som. apresentando um desfile pra ficar entre as primeiras[4], sendo a vice-campeã do Grupo D.

No ano de 2014 a escola homenageou uma das grandes portas-bandeira do carnaval: Babi, que além de ser irmã de Andrezinho, que foi tema de 2013 e casada com Arlindo Cruz, enredo desenvolvido por Amauri Santos e Carlos Calada[5]. tendo um samba encomendado de Arlindo Cruz, Arlindo Neto e Flora[6]. Contudo, a escola permaneceu no grupo C.

Em 2015 a escola levou Zumbi dos Palmares e Nelson Mandela para a avenida. Fazendo um desfile arrebatador, a agremiação levou o campeonato perdendo apenas dois décimos do total de pontos.

Com o enredo “Pas de Dance – Hoje tem festa no arraiá!” a escola iguaçuana conquistou a terceira colocação, ficando à décimos da primeira colocada (Acadêmicos do Sossego). Entre suas atrações estiveram os consagrados Cid Carvalho e Nêgo.

Nomes históricos da escola

Nome Ref.
Dedé da Portela [7]
Darcy da Mangueira [8]
Jairo Bráulio [9]
Nêgo [9]
Neguinho da Beija-Flor [10]
Pixulé [9]

Segmentos

Presidentes

Bira, o presidente da escola, após a conquista do título da Série C de 2015.

Nome Mandato Ref.
Paulo Tenente 1989-1993 [11]
Mario Maia 1994 [11]
Luiz Faria 1995-1998 [11]
Jorge Marrotte 1999-2003 [11]
Célio Gouveia 2004-2006 [11]
Chiquinho de Furnas 2007-2008 [11]
Emerson Mattos 2009-2010 [11]
Oberdan Rodrigues da Silva (Bira) 2011-atual [11]

Presidentes de honra

Nome Mandato Ref.
Jorge Marotte ?-2012 [12]
Paulo Tenente 2013-atualidade [1]

Diretores

Ano Diretor de Carnaval Diretor de Harmonia Mestre de bateria Ref.
2013 Canjica Feijão e Souzinha Renatinho [1]
2014 Tatiane Vasconcellos Mauro Tito Renatinho [13]
2015 Carlinho Família Mauro Tito Bolinha e Renatinho [14][15][16]
2016 Serginho Harmonia Mauro Tito Dó e Bolinha
2017 Mauro Tito Sidinho Júnior Bolinha

Intérpretes

Período Intérprete oficial Referência
1987–1988 Jairo Bráulio [17]
1989 Dedé da Portela [18]
1990–1995 Jairo Bráulio [17]
1996 Jairo Bráulio e Pixulé [17]
1997–1999 Pixulé [19]
2000 Márcio Orelha, Emerson Mattos, Sandro, Paulinho Pontes e Serginho do Porto [20]
2001–2004 Pixulé [19]
2005–2007 Tiganá [21]
2008 Paulinho Pontes [22]
2009 Tiganá [21]
2010 Jones Dias [23]
2011 Bico Doce [24]
2012 Alexandre [25]
2013 Taroba e Arlindo Neto [26]
2014 Alexandre [27]
2015 Taroba e Tonho [28]
2016 Nêgo [29]
2017 Bico Doce [24]

Coreógrafo

Ano Nome Ref.
2013-2014 Paulinho [1]
2015 Helder Sátiro [16]
2016 Helder Sátiro
2017 Helder Sátiro

Mestre-sala e Porta-bandeira

Ano Nome Ref.
2013 Toninho e Babi [1]
2014 Toninho e Flora
2015 Wiliam e Amandah Rodrigues [15]
2016 Leonardo Thomé e Amandah Rodrigues [30][31]
2017 Leonardo Thomé e Amandah Rodigues

Rainhas de bateria

Rainha de bateria
Nome Período Ref.
Silvana Alves 2004
Luciane Soares 2005- [16]

Carnavais

Leão de Nova Iguaçu
Ano Colocação Divisão Enredo Carnavalesco Ref.
1987 3.º Lugar Grupo 4 “Oba, oba, Ziriguidum Skindô” Ivan Carneiro [32][33]
1988 Campeã Grupo 4 “Coroação de Ganga-Zumba” Ivan Carneiro e Haroldo Cohen [34][32]
1989 3.º Lugar Grupo 3 “Alafim-Yo-Yó” Ivan Carneiro [35][32]
1990 Campeã Grupo B “O Leão falou, abre o jogo, doutor” Lilian Rabello [32]
1991 Vice-campeã Grupo A “Quem te viu quem TV” Lilian Rabello [36][32]
1992 13.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo Especial “O Leão na selva de ilusões de Janete Clair”
(Samba-enredo composto por Carlinhos Pretinho, Tavinho Dafé e José Jorge)
Comissão de Carnaval
(Fábio Borges, Adalmir Braga e Paulo Sottero)
[32]
1993 5.º Lugar Grupo A “O que é que a Baixada tem” Fábio Borges [32]
1994 6.º Lugar Grupo A “Da França tropical a Orfeu do carnaval” Fábio Borges [32]
1995 12.º Lugar Grupo A “Arautos do Brasil mulato” Fábio Borges [32]
1996 9.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo B “Tudo isto quer dizer Brasil” Fábio Borges [32]
1997 5.º Lugar Grupo C “O som nosso de cada dia” Fábio Borges [32]
1998 8.º Lugar Grupo C “A força da fé” Fábio Borges [32]
1999 Campeã Grupo C “O Leão ruge forte em Nova Iguaçu” Jaime Cezário [32]
2000 Campeã Grupo B “O Leão nos caminhos do ouro” Jaime Cezário [37]
2001 8.º Lugar Grupo A “Allah-la-ô, um carnaval das Arábias” Alex de Souza [38][39]
2002 5.º Lugar Grupo A “Do esplendor diamantino, aos sonhos dourados de Juscelino” Alex de Souza [40]
2003 8.º Lugar Grupo A “Beleza: a busca eterna do ser” Alex de Souza [41][42]
2004 11.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo A “Insano Planeta Insone” Mauro Quintaes e Gilberto Muniz [43][44]
2005 11.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo B “Na magia do palco da vida – Emilinha Borba, a Rainha do Brasil!”
(Samba-enredo composto por Luis Carlos D’Avenida, Don Mosquito, Carlinhos Ousadia e Tanir da Ponte)
Flávio Alberto [45][46]
2006 5.º Lugar Grupo C “Quem acredita sempre alcança”
(Samba-enredo composto por Índio, Heitor Du Boné, Júnior e Zé do Pagode)
Flávio Alberto [47][48]
2007 10.º Lugar Grupo C “Bairro escola a luz da esperança para uma Nova Iguaçu”
(Samba-enredo composto por Jadir Mendes, Emerson Mattos, Belinha, Ratinho e Jobel do Caiçara)
Soller Viana [49][50]
2008 13.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo C “O que é que a Ciata tem?”
(Samba-enredo composto por Paulinho Pontes, Paulinho TJ, Oracio)
Gilberto Muniz [51][52]
2009 13.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo RJ-3 “Da pré-história ao carnaval, o Leão conta a sua história” Marco Aranha e Marcyo Oliveira [53]
2010 Campeã Grupo RJ-4 “De Neguinho da Vala, a Neguinho da Beija-Flor. Um príncipe negro na corte do Leão”
(Samba-enredo composto por Claudio Agitação, Zé do Pagode, Deca e Juarez)
Léo Mídia [54]
2011 6.º Lugar Grupo D “Nas garras do Leão? Os sentidos da emoção”
(Samba-enredo composto por Roxinho, Adilson DR, Checa, Cacau e Renatinho)
Amauri Santos e Léo Mídia [55][56]
2012 9.º Lugar Grupo D “De Maxabomba a Nova Iguaçu, Um caminho de glórias rumo ao futuro”
(Samba-enredo composto por Roxinho, Adilson DR, Everaldo, Cacau, Marcos Lauriano e Vadinho BPP)
Amauri Santos e Léo Mídia [57]
2013 Vice-campeã Grupo D “Filho de mestre… Mestre Andrezinho é a eterna estrela do samba”
(Samba-enredo composto por Arlindo Cruz, Arlindo Neto, Babi e Flora)
Róbson Goulart [58][1]
2014 8.º Lugar Grupo C “Quero ver quem não vai se embalar… Babi Cruz, a verdadeira majestade da passarela!”
(Samba-enredo composto por Arlindo Cruz, Arlindo Neto, Andrezinho e Flora)
Amauri Santos e Carlos Calada [5][59]
2015 Campeã Série C “Da força de Zumbi à raça de Mandela”
(Samba-enredo composto por André Jr., Manga, Diego Nascimento, Serginho Castro e George Wagner)[nota 1]
Ivan Carneiro e Silvio Cezar [16][15]
2016 3.º Lugar Série B “Pas de dance – Hoje tem festa no arraiá” Cid Carvalho [60]
2017 10.º Lugar
(Rebaixada)
Série B “llê Axé Opô Afonjá — O Rei está na terra” Cid Carvalho [61]
2018 11º Lugar(Rebaixada) Série C Com vaidade à flor da pele, o Leão exalta a divina beleza humana! Amauri Santos [62]
2019 Série D

Títulos

Títulos da Leão de Nova Iguaçu
Divisão Títulos Carnavais
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Série B 2 1990 e 2000
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Série C 2 1999 e 2015
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Série D 2 1988 e 2010

Premiações

Ver também: Premiações extraoficiais do Carnaval do Rio de Janeiro

Prêmios recebidos pelo GRES Leão de Nova Iguaçu.

Ano Prêmio Categoria / premiados Divisão Ref.
2001 [email protected] Intérprete (Pixulé) Grupo A [63]
2003 [email protected] Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira (Vanderli e Taninha) Grupo A [64]
Ala (“Inquisição”)
Ala das baianas
2004 [email protected] Ala mirim Grupo A [65]
Troféu Jorge Lafond Velha guarda [66]
Personalidade (Célio de Souza Gouveia)
2010 Troféu Jorge Lafond Campeã do Grupo RJ-4 Grupo RJ-4 [67]
2012 Elite do Samba Intérprete (Cremilson Silva) Grupo D [68]
2013 Elite do Samba Harmonia Grupo D [69]
Oscar do Samba Intérprete [70]
Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira (Tuninho e Babi)
Samba na veia Harmonia [71]
2014 Elite do Samba Velha guarda Grupo C [72]
2015 Elite do Samba Melhor escola Grupo C [73]
Harmonia
Ala das baianas
Troféu Jorge Lafond Campeã do Grupo C [74]
Plumas & Paetês Compositores (André Junior, Manga, Diego Nascimento, Serginho Castro e George Wagner) [75]
Pesquisador (Oberdan Rodrigues da Silva)
2016 [email protected] Melhor escola Grupo B [76][77]
Troféu Sambista Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira (Leonardo Thomé e Amandah Rodrigues) [78][79]
Intérprete (Nêgo)
Artigo anteriorAcadêmicos do Salgueiro
Próximo artigoEstácio de Sá
Fabio Silvahttp://#
Paulistano, Corintiano, casado, pai de dois filhos e um apaixonado pela cultura do Samba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Discover

Publicidade

Últimas Publicaçoes

Primeiro carnaval oficial de São Paulo foi em 1968

Avenida São João foi o palco do desfile; vencedora foi a escola Nenê de Vila Matilde O primeiro desfile oficial de escolas de samba de...

Eliana Pittman

Eliana Leite da Silva, mais conhecida como Eliana Pittman (Rio de Janeiro, 14 de agosto de 1945), é uma cantora e atriz brasileira. Biografia Eliana Pittman...

O mundo encantado de Monteiro Lobato

O mundo encantado de Monteiro Lobato foi o enredo apresentado pela Estação Primeira de Mangueira no desfile das escolas de samba do Rio de...

Fernando Penteado

Fernando Penteado é realmente um sambista nato, neto de Frederico Penteado (Fredericão) e filho de João Penteado, ambos fundadores do Cordão Carnavalesco Vai-Vai, podendo...

Roberto Silva

Roberto Napoleão Silva (Rio de Janeiro, 9 de abril de 1920 - Rio de Janeiro, 9 de setembro de 2012), mais conhecido como "O...